Magnus Futsal celebra segunda final de Liga Nacional em três anos de projeto

03/12/2016
 dsc0040
 dsc0127
 dsc0196
 dsc0278

No terceiro ano de projeto, esta é a segunda vez que a equipe sorocabana chega na final da Liga Nacional. Em 2014, no ano de estreia, o time enfrentou a ADC Intelli/Orlândia e saiu com o título, em virada histórica na prorrogação por 4 a 3. Em 2015, alcançou a semifinal, mas perdeu a vaga para os gaúchos de Carlos Barbosa, também no tempo extra.

Nesta temporada, o retrospecto da campanha foi similar aos anos anteriores, sempre decidindo a classificação fora de casa. Na primeira fase, o Magnus Futsal terminou na décima posição com 22 pontos e enfrentou, nas oitavas de final, o sétimo colocado, o Jaraguá Futsal. A partida de ida contava com uma novidade muito esperada pelos torcedores, a estreia da nova Arena Sorocaba. Com direito a casa cheia e lotação máxima, o time do interior paulista venceu os catarinenses por 4 a 0.

Precisando de um empate para avançar, os sorocabanos foram para Santa Catarina preparados para mais um duelo contra o time de Jaraguá do Sul. As duas equipes já haviam se enfrentado nos anos de 2014 (fase semifinal) e 2015 (fase quartas de final) e, pela terceira vez, brigavam nos playoffs. O time de Sorocaba venceu novamente, por 4 a 2, carimbando a vaga para as quartas de final.

Dessa vez o adversário também foi um velho conhecido do Magnus Futsal, a equipe da ADC Intelli/Orlândia. A grande rivalidade paulista mais uma vez aconteceria em mata-mata da Liga Nacional. Em casa, os sorocabanos venceram por 4 a 1, tendo a vantagem do empate no segundo jogo. O jogo de volta aconteceu em São Sebastião do Paraíso (MG) e, contando com o apoio dos torcedores de Sorocaba, que foram até a Arena Olímpica, o time visitante empatou em 2 a 2, avançando para a semifinal.

Em todas as competições que disputou em sua história, o time da “Manchester Paulista”, como é conhecida a cidade de Sorocaba, alcançou pelo menos a vaga entre os quatro melhores. Ao todo são 14 torneios figurando entre os times semifinalistas.

O duelo em busca da grande decisão foi contra a Copagril. Em casa, pela primeira vez, o time sorocabano conheceu uma derrota, pelo placar de 2 a 1. Precisando vencer no tempo normal para levar o jogo à prorrogação, o Magnus Futsal foi até Marechal Cândido Rondon (PR) para fazer a segunda partida. De virada e nos minutos finais, o time visitante devolveu o placar de 2 a 1 e conseguiu levar o confronto para o tempo extra. Nos dez minutos de prorrogação, a partida terminou empatada e a vaga foi decidida na cobrança de pênaltis.

Assim como aconteceu no Mundial de Clubes, torneio que o Magnus foi campeão, o goleiro Luan entrou para a disputa de penalidades máximas. Com frieza habitual, o camisa 3 defendeu as duas cobranças dos adversários e colocou o time de Sorocaba na final da LNF 2016.

Agora, com início nesta segunda-feira (05/12), Magnus Futsal e Corinthians se enfrentam em busca do título máximo do futsal brasileiro. O primeiro jogo será na Arena Sorocaba, a partir das 20h. Os torcedores encontram ingressos pelo preço promocional de meia-entrada no valor de 20 reais nas bilheterias da arena, das 11h às 17h (exceto domingo), no site oficial (www.magnusfutsal.com.br) e nas lojas da rede Farma Ponte.