Goleiros do Magnus Futsal suam a camisa neste início de ano

24/01/2018
Img 5402
Img 5590
Img 5598

O início do calendário de qualquer equipe esportiva é repleto de treinos voltados para os aspectos físicos dos atletas. No Magnus Futsal não é diferente. O elenco já iniciou a segunda semana de pré-temporada e vem treinando forte fisicamente para aguentar o ano recheado de competições. Porém, uma posição trabalha ainda mais neste período: a de goleiro.

Sob o comando do treinador de goleiros Carlos Alberto Bracali, os atletas Tiago, Lucas, Pedrinho e Kelvin (da equipe sub-20), seguem a rotina normal do restante da equipe e ainda realizam exercícios específicos da posição. As atividades chegam a durar até 1 hora e quinze minutos e o nível de exigência é cada vez mais alto.

“Neste momento estamos fazendo a parte inicial da pré-temporada, contemplando mais aspectos coordenativos e de resistência. O importante neste período é dar ganho físico aos jogadores para aguentar a carga de treinos durante o ano. Nas próximas semanas, os exercícios já passarão a ficar mais intensos e completos, visando os treinos táticos e situações de jogo”, explicou Bracali.

Na equipe sorocabana desde o início do projeto em 2014, Carlão Bracali, como é conhecido no futsal, coleciona uma série de resultados positivos com seus goleiros. Comandados por ele, os arqueiros já receberam prêmios individuais em todas as competições disputadas durante estes anos, sempre seguindo seu método de trabalho que se tornou referência no esporte.

“Minha metodologia de trabalho é voltada para o específico, ou seja, eu busco simular situações de jogo, aplicando ao goleiro exercícios com no máximo três gestos técnicos. Na minha concepção, exigir do atleta cinco ou até seis movimentos no mesmo exercício vai além da necessidade do goleiro dentro de uma partida”, concluiu o treinador de goleiros.

Considerado um dos maiores goleiros da história do futsal, Tiago também faz parte da equipe desde 2014 e agora inicia a quinta temporada em Sorocaba. Ao lado de Bracali, essa parceria dentro de quadra rendeu muitos títulos além de uma série de partidas memoráveis.

“É uma pessoa muito fácil de lidar, com uma alegria de trabalhar ímpar. Ele consegue fazer um treinamento individualizado, de acordo com a necessidade de cada goleiro. Nos momentos certos, altera as atividades para atender cada período do ano, sempre corrigindo e melhorando detalhes técnicos. A gente consegue sentir o rendimento crescendo a cada atividade. Ele tem a capacidade de se adaptar e tirar do goleiro sempre o melhor. Fora de quadra é um amigo que vou levar para o resto da vida”, comentou Tiago.